Volta ao trabalho

Faz tempo que eu estou pra escrever aqui sobre a volta ao trabalho, que foi em 22 de fevereiro. Mas nessa correria que ando, quem pode reclamar, né? A Alice ainda não aceitou a mamadeira, então continuamos insistindo. Já tentei uns 3 tipos de bicos de mamadeira, copinho de transição, mamadeira com colher na ponta... até agora os vencedores foram a mamadeira da NUK e a com a colher na ponta. Mesmo assim eles não obtiveram sucesso total ainda. Ainda, porque continuamos a tentar.

E minha rotina está assim: acordo às 6 da manhã, acordo o Vítor, visto o uniforme nele, dou café da manhã, arrumo a mochila dele e a minha bolsa da academia, anoto na agenda da Alice que horas ela mamou, enfio o menino no carro, enfrento engarrafamento e consigo chegar na escola dele antes das 7h30. Corro pra academia, faço o circuito, tomo o melhor banho da minha vida, sem pressa, com tempo pra me vestir e me maquiar decentemente. Vou pro trabalho e meto bala nas matérias. Quando dá 11h30 eu corro pro restaurante do outro lado da rua, almoço, aí caminho até a escola do Vítor, onde eu providencialmente deixei o carro, pego o menino, enfio no carro de novo e ando 25 km. Deixo o Vítor no refeitório da creche, amamento Alice, levo o Vítor pro andar dele e volto 25 km. Trabalho de novo. Às 18h eu volto os 25 km pra buscar as crianças e ir pra casa. E fico contando os segundos até que os dois estejam dormindo pra que eu possa pensar sem que interrompam meus pensamentos.

Cansou? Pois é, eu também! rs Mas tá dando tudo certo e eu tenho direito de ter uma hora a mais por dia pra amamentar a Alice até dia 16 de abril. E eu vou usar, porque este direito é DELA e ela merece isso, né? Do jeito que o tempo passa rápido, daqui a pouco já não tenho mais direito e a vida volta ao (quase) normal.

As pessoas me perguntam muito duas coisas: 1- como eu fico tão tranquila tendo deixado a minha bebê: o segredo é deixar com alguém que você confia, seja escola, babá, mãe, sogra, tia... 2 - Como escolher a escolinha ideal?

Essa pergunta é mais difícil de responder. Quer dizer, mais longa e não existe receita de bolo. Eu faço assim:

1 - Procuro na internet e lista telefônica todas as escolinhas da região.

2 - Saio ligando de uma por uma perguntando preço e regime de horários.

3 - Vou visitar cada uma das que achei interessante.

4 - Pergunto tudo o que posso e não posso.

5 - Levo em consideração detalhes como estado de conservação do mobiliário, banheiros, salas de aula, tudo.

6 - Converso com diretora, coordenadora, professora, todas que eu puder.

7 - E rezo pra que tenha feito a escolha certa!

Particularmente, tive MUITA sorte com a creche onde a Alice está. Foi a escolinha que o Vítor estudou no ano passado e quebrou muitos galhos meus o ano todo. Desde indicação de obstetra a onde fica a loja tal. E onde o Vítor foi atendido em seus anseios por ler e disparou na alfabetização, aprendendo a ler com 5 anos. Elas acompanharam minha gravidez e torceram muito pela chegada da Alice. Me ajudaram em tudo que precisei. Então este ano dá pra imaginar que ela é o xodó da escolinha, né? Além de ser a caçula. Então sempre tem um indo lá no berçário pra curiar, pegar no colo e ver as novidades do desenvolvimento.

Além disso, abriram uma exceção (eles só aceitam crianças até cinco anos e Vítor fez seis) e aceitaram ficar com o Vítor no período contrário da aula dele. Isso significa que além de alimentação balanceada e companheiros pra brincar, Vítor tem aulas de natação e capoeira 2 vezes por semana. Isso tudo sem que eu precise sair do trabalho para levar e buscar. Sim, foi um excelente negócio e estou me sentindo feliz com isso!

3 comentários:

Layana disse...

Ou Taty

que bom que com tanta correria tá dando certo. O lance é esse mesmo, fazer sem culpa. Não ia ter que ser assim mesmo? Então que seja sem sofrimento.
Imagino como é a Alice, deve ser um amor de menina mesmo... boa de apertar hehehe
Um beijo pra vcs!
Lay

cegonhas disse...

Que bom que tu conseguiu uma escolinha boa e de confiança, que trata com carinho os teus pimpolhos. Isso é tudo!
E tu já tentou a mamadeira Avent? É bem boa, tem na PB Kids.

Beijão, Magali

Alethéa disse...

Acredita que eu estou com 33 semanas de gravidez e já me preocupo com isso? Por isso, adorei seu post, fale mais sobre o seu dia a dia futuramente!

Abraços!

Related Posts with Thumbnails
 

Entre Fraldas e Livros Copyright © 2015 | Tema por Girly Blogger Template | Ilustração por Anne Pires