Lançamento de uma nova linha infantil de produtos de cuidado e higiene


Esse mês eu fui ao lançamento de uma nova linha infantil de produtos de cuidado e higiene, a Vyvedas Baby & Kids. Como é uma linha um pouco diferente e com algumas caraterísticas meio difíceis de se achar no Brasil, achei que seria legal compartinhar aqui no blog (pensei até na minha irmã, que não tem filhos mas vive procurando produtos como esses). A proposta deles é apresentar produtos formulados com ingredientes de origem 100% natural e livres de componentes sintéticos. As fragrâncias são elaboradas a partir de extratos de plantas e frutas de origem totalmente vegetal.

De acordo com uma das sócias-fundadoras da marca, a empresária Mariana Rabello Soares, a idéia surgiu quando o filho dela nasceu, em 2004. Ele tinha alergia às pomadas contra assadura e a única que não causava esse problema era uma produzida à base de óleos vegetais, sem corantes e sem derivados de petróleo. Acontece que essa pomada não era produzida no Brasil e seu custo era alto. Por causa dessa necessidade, Mariana decidiu produzir algo semelhante no Brasil para oferecer às mães.

Os itens da linha têm como base uma combinação de óleos vegetais de calêndula, com propriedades calmantes e cicatrizantes; de camomila, que possui ação calmante e ajuda no tratamento de peles sensíveis, diminuindo a irritação e aliviando as dores; e de oliva, um hidratante rico em vitaminas.

Eu já testei a pomada contra assadura e gostei. Além de ter um cheirinho gostoso, espalha bem e não fica aquela coisa branca e pegajosa (que eu, particularmente, O-D-E-I-O). Os próximos itens que vou testar são o shampoo e o condicionador, mas antes disso já posso dizer que o cheirinho também é muito gostoso.

Serviço:

A linha Vyvedas Baby & Kids é composta por:

- Shampoo e Sabonete Líquido – com função 2 em 1, promove o cuidado especial da pele e do couro cabeludo, que em bebês e crianças são tão sensíveis. O produto é totalmente livre de Lauryl Ether, detergente sintético utilizado em shampoos, que pode irritar os olhos. Sua fragrância, composta por óleos essenciais, é 100% natural.

- Condicionador – Promove maciez e sedosidade aos fios. Com fórmula suave e natural, não agride o couro cabeludo sensível do bebê. É hipoalergênico e sem amônia.

- Óleo Vegetal – Para a mamãe e o bebê, é produzido com uma combinação de óleo de semente de uva, altamente hidratante e regenerador;  amêndoas, emoliente que combate irritações e ressecamento.  É  ideal para hidratação pós banho, na troca de fralda, além de auxiliar no momento da massagem no bebê (shantala).

- Creme Preventivo de Assaduras – A pele do bebê é muito sensível e precisa de produtos especiais. O creme Vyvedas vem para atender a esta necessidade. Com textura e aroma suaves, previne as assaduras tão comuns em bebês, hidrata e protege, mantendo a pele macia e delicada. Além do óleo de oliva e calêndula, possui em sua composição Manteiga de Cupuaçu, altamente cicatrizante e hidratante natural; e Vitamina E, com propriedades antioxidantes, que ajudam a manter a preservação das células. Testado dermatologicamente.

Para saber onde comprar, acesse: www.vyvedas.com.br 

Ser gentil vale a pena - The impact of a father

Chegou novamente aquela época deliciosa do mês em que acontece a blogagem coletiva "Ser gentil vale a pena". E no post de hoje resolvi falar que ser gentil não só vale a pena, como também ensina bem nossos filhos.

Assisti esse vídeo e achei lindo. Porque eu sempre acreditei nisso e fui criada assim. Muito do que eu sei hoje eu aprendi observando os meus pais e tenho orgulho em perceber, agora que sou adulta, o quanto isso me fez bem. Espero que esse vídeo ajude outras pessoas a pensarem desta forma também.

The impact of a father (em tradução livre, O impacto de um pai)


P.S.: Tem um grupo no Facebook só sobre esta blogagem. Se você se interessou em participar, corre lá!

Profissão de mãe

Você é mãe e escolheu ficar em casa com as crianças. Então não tem profissão? Adoro a resposta que este texto dá sobre isso. Ele é antigo, está rodando há algum tempo pela internet e, mesmo assim, não consegui saber quem é seu verdadeiro autor ou autora. Mas mesmo assim ele continua muito atual, por isso vale a pena conferir:


Uma mulher foi renovar a sua carteira de motorista. Pediram-lhe para informar qual era a sua profissão. Ela hesitou, sem saber bem como se classificar. “O que eu pergunto é se tem um trabalho”, insistiu o funcionário. “Claro que tenho um trabalho”, exclamou. “Sou mãe”. “Nós não consideramos “mãe” um trabalho. Vou colocar “Dona de casa”, disse o funcionário friamente.

Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona da situação, perguntou: Qual é a sua ocupação? Não sei o que me fez dizer isto, as palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: “Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas.” A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar para o ar e olhou-me como quem diz que não ouviu bem. Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial. Posso perguntar, disse-me ela com novo interesse, o que faz exatamente? Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: “Desenvolvo um programa a longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa). Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas). Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda???), o grau de exigência é em nível de 14 horas por dia (para não dizer 24 horas). Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária que acabou de preencher o formulário, se levantou e, pessoalmente, me abriu a porta.

Quando cheguei em casa, com o título da minha carteira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com 3anos. Do andar de cima, pude ouvir o meu novo experimento (um bebê de seis meses), testando uma nova tonalidade de voz. Senti-me triunfante!

Maternidade… que carreira gloriosa! Assim, as avós deviam ser chamadas “Doutoras-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas”. As bisavós: “Doutoras- Executivas- Sênior”. E as tias: “Doutoras-Assistentes”.

Lançamentos na linha LEGO City

Essa semana recebi um release da LEGO com os novos lançamentos da linha LEGO City. E como essa é a linha preferida do Vítor e de vários amigos dele, achei que seria legal compartilhar aqui também (não, isso não é um publieditorial e nem uma parceria). Eu achei as idéias bem legais, mas também achei que poderia ter alguns itens com valores mais baixos. Assim dava pra ir comprando alguns enquanto ele junta dinheiro para comprar os mais caros.  



4431 - Ambulância - R$ 99,90

Com o brinquedo, é possível reproduzir o resgate de um paciente após um acidente de bicicleta. A ambulância mede cerca de 17 cm e vem equipada com itens como uma maca, entre outros detalhes. O kit também conta com elementos como semáforo, lixeira, bicicleta e capacete. Acompanha três minifiguras: dois médicos e um paciente.


4432 - Caminhão de Lixo - R$ 99,90

Toda cidade precisa de coletores de lixo e esse caminhão, com cerca de 21 cm, apresenta diversos detalhes, como carregador traseiro que se move para coletar a sujeira. Entre os elementos, encontram-se duas lixeiras, casca de banana, peixes, pá e escovão. Acompanha duas minifiguras de lixeiros.


 4433 - Caminhão de Transportes de Motocicletas Off Road - R$ 99,90

Com o kit, é possível montar um caminhão com cerca de 29 cm e também duas motocicletas. O brinquedo é repleto de acessórios, como pneu extra, capacetes, bonés, bandeiras e ferramentas. Acompanha duas minifiguras de pilotos.

 


4434 - Caminhão Basculante - R$ 99,90

Reproduz um robusto caminhão usado em construções, com cerca de 17 cm. Com alta capacidade de carga, carrega 25 bloquinhos LEGO incluídos no kit. Entre os elementos, encontram-se um carrinho de mão, barreira de trânsito, pá e capacete. Acompanha duas minifiguras de trabalhadores.


 
4435 - Carro e Trailer - R$ 99,90O brinquedo traz um trailer com cerca de 28 cm equipado com cozinha, entre outros detalhes. O kit também inclui um carro amarelo e diversos elementos, como fogueira, bicicleta, salsichas e lanterna. Acompanha duas minifiguas: um homem e uma mulher.

Resultado do sorteio duplo - Confetti

Olá pessoal!

Primeiro eu quero pedir mil desculpas pela demora na realização do sorteio, que era pra ocorrer na sexta a noite. Acontece que a minha avó querida e amada, que eu gosto tanto e dei o seu nome para a minha filha, faleceu às 18 horas da sexta-feira, um pouquinho antes do horário programado para a realização do sorteio. Eu tive que arrumar minha mala correndo e pegar um ônibus para Juiz de Fora, pois o enterro ia ser às 16 horas do sábado. E lá eu não tive nenhuma oportunidade (e nem cabeça) para realizar o sorteio, desculpem!

Mas agora já estou resolvendo o problema, já fiz o sorteio! E preciso confessar que fiquei muito feliz porque praticamente todas as participantes compartilharam no facebook, então além de ganharem números extras, chamaram mais um monte de gente para participar!

Mas vamos ao que interessa, não é? A ganhadora foi a...

 Ana Paula Santiago!!

 Parabéns, Ana Paula! Eu vou te mandar um e-mail ainda hoje para pegar os seus dados e enviar o presente da Confetti. Espero que você e sua mãe gostem bastante!

Mais uma vez obrigada pela participação de todas!

Um encontro com o campeão olímpico Fernando Scherer (Xuxa)


Na semana passada eu fui com Alice e Vítor a um evento do McDonald´s com o campeão olímpico de natação Fernando Scherer (o Xuxa) e algumas crianças da Casa Ronald, que estão em tratamento contra o câncer. O encontro foi emocionante, muito legal ver aquelas crianças guerreiras ali, super alegres, conversando bem pertinho com um ídolo.

Da nossa parte tinha mais uma emoção: o Vítor aproveitou para tirar fotos, pegar um autógrafo e bater um papinho com o Xuxa, todo empolgado. Afinal não é todo dia que se tem a possibilidade de conversar com um campeão olímpico! Até porque ele está fazendo natação e, com a proximidade dos Jogos Olímpicos de Londres, anda todo animado com os esportes. Já estou vendo que vai querer assistir todas as modalidades...rs


Bem, mas o evento era para promover um concurso do McDonald´s que vai levar cinco crianças, com idade entre 8 e 14 anos para assistir os jogos em Londres. Para participar basta que as crianças deixem a imaginação fluir em forma de vídeo, desenho, foto ou texto com o tema “Eu vou curtir os Jogos Olímpicos de um jeito único: em Londres com os atletas”. Depois, é só entrar no site www.mcdonalds.com.br/jogosolimpicos, conferir o regulamento e inscrever o trabalho.

Por meio de votação online, os 100 melhores trabalhos inscritos serão escolhidos. Depois, o campeão olímpico de natação e nosso jurado no concurso, Fernando Scherer, o Xuxa, definirá os 5 vencedores que viajarão para Londres com um acompanhante. O Vítor já está participando!

Só que é preciso correr, pois as inscrições vão só até o dia 17 de maio (quinta-feira).

Um jovem (e quase anônimo) herói

Tem uma história que eu admiro bastante e sempre quis contar aqui no blog. É algo bem conhecido pelos escoteiros, mas nem tanto assim por quem não é, apesar do nome do protagonista ter sido dado a vários monumentos e ruas pelo Brasil, até mesmo a um estádio de futebol. É a história de Caio Viana Martins, que tinha apenas 15 anos, mas deu ao mundo um exemplo ímpar de dedicação, amor ao próximo e serviço.

Aliás, o grande feito de Caio teria passado desapercebido, se não fosse o testemunho de dois influentes políticos mineiros Alcides Lins e Octacilio Negrão de Lima, que impressionados com a ação dos escoteiros no socorro aos feridos e com o gesto de desprendimento de Caio Martins, levaram aos jornais o que tinham assistido.

Gosto de me lembrar dessa história sempre que algumas pessoas usam a pouca idade como desculpa para a inconsequência, falta de respeito e imaturidade de alguns jovens...

Caio tinha 15 anos e, desde os 8 fazia parte do Grupo Escoteiro Afonso Arinos (atualmente inexistente), de Belo Horizonte. Em dezembro de 1938 ele embarcou no trem noturno com destino a Volta Redonda (RJ), junto com outros 24 membros de seu grupo, para participar de uma excursão técnica/cultural em São Paulo. Esse tipo de excursão é muito comum no Movimento Escoteiro. Eu mesma, com a idade dele, fiz uma também para São Paulo. Não havia porque pensar que algo poderia dar errado.

Acontece que, às 2h05 da madrugada, ao descer a Serra da Mantiqueira, o trem noturno chocou-se com outro, um cargueiro que, por algum erro, subia pela mesma linha. Com o choque muitos carros descarrilaram, outros engavetaram e alguns se desmontaram. O vagão da frente ao ocupado pelos escoteiros saltou dos trilhos, atravessando para a direita, engavetando-se, partindo-se e tombando sobre o barranco, comprimido para a frente pela pressão dos vagões restaurante e leito.

Imagem do acidente divulgada nos jornais da época
Na noite escura os escoteiros foram reunidos pelos chefes em um ponto da estrada. Percebeu-se a ausência de um escoteiro e um lobinho, que posteriormente foram encontrados mortos. Acontece que, com o desastre (o trem estava cheio), estabeleceu-se o pânico entre os sobreviventes. Liderados por seus chefes - Clairmont Orlando Gomes e Rubens Amador, os escoteiros passaram a socorrer os feridos, confeccionando macas com lençóis e paus, e providenciando uma fogueira com tábuas retiradas dos vagões, facilitando o trabalho de resgate e socorro.

Esse trabalho dos escoteiros mineiros foi essencial, pois a ajuda externa só chegou às 7 da manhã. Ou seja, aproximadamente 5 horas depois do acidente.  Os passageiros feridos (inclusive alguns escoteiros), foram transportados para Barbacena. No desastre morreram 40 pessoas, inclusive um escoteiro e um lobinho.

Caio Viana, que na época era monitor de sua patrulha, foi retirado do vagão por seus companheiros durante a madrugada e recolhido ao vagão leito, que permaneceu intacto e serviu de pronto socorro. Mas deu sinais de melhora e passou a ajudar no resgate, estancando sangue de feridos, e até ajudou na remoção de cinco feridos para o vagão leito.  Acontece que ele havia recebido uma forte pancada na região lombar, e sem saber tinha sofrido esmagamento das víceras e hemorragia interna. Mesmo assim, quase não comentava a dor intensa que sentia.

Quando notou um enfermeiro se aproximando dele com a maca, olhou ao redor e viu que havia outros feridos mais necessitados. Encarando o enfermeiro disse: "Não. Há muitos feridos aí. Deixe-me que irei só. Um Escoteiro caminha com as próprias pernas". E, acompanhado dos amigos, seguiu andando, para a cidade. 

Porém, o esforço que fez foi muito grande. Ao chegar ao hotel em Barbacena deu algumas golfadas de sangue (em conseqüência da hemorragia interna que sofreu) e foi levado para a Santa Casa, vindo a falecer no dia seguinte, na presença de seus pais. Foi sepultado no cemitério de Bom Fim, zona norte de Belo Horizonte, junto do escoteiro Gerson e do lobinho Hélio Marcos,que também morreram no acidente. 

Foto tirada durante o Multirão Pioneiro Nacional de 2009
 Atualmente, Caio Viana Martins é o escoteiro símbolo do Brasil. Em 1941, em Niterói, o Governo do Estado do Rio de Janeiro inaugurou uma grande praça de esportes, denominando-a "Estádio Caio Martins", em homenagem ao jovem que, por seu gesto, tornou-se modelo para os escoteiros de todo o Brasil. Além disso, em Juiz de Fora/MG, foi-lhe erguido um monumento no parque central da cidade (Parque Halfeld). A estátua foi doada pelo Grupo Escoteiro Caiuás com o apoio do Instituto Granbery.

Dia das Mães em dobro

 Essa semana foi uma correria só, mas eu não podia deixar o Entre Fraldas e Livros de fora desta data tão especial. Afinal, eu sempre digo que dia das mães é todo dia. Mas já que inventaram uma data específica para comemorar, é claro que a gente deve aproveitar! Afinal, só as mães sabem o quanto essa vida é ao mesmo tempo árdua e maravilhosa.

 Por isso que vou sortear aqui um presente em dobro, um pra você e um pra sua mãe. E não é um presente qualquer não. É um lindo jogo americano da Confetti, com estampa de chita, de morrer de amor!! Sem contar que não é apenas um jogo americano. Ele é feito de TERA®, um material lançado com exclusividade pela Confetti, feito de de material 100% reciclado de embalagens Tetra Pak®. Então, além de lindo, ele ainda é ecológico e sustentável.
Vamos ao que interessa: como participar! E é super simples, basta apenas preencher este formulário aqui embaixo com os seus dados. Mas vou dar uma CHANCE EXTRA: se você curtir a fan page da Confetti no Facebook e compartilhar o post da fan page daqui do blog que está falando do sorteio, VOCÊ TEM DIREITO A MAIS UM NÚMERO NO SORTEIO.

O sorteio acontecerá no dia18 de maio (sexta-feira), às 21h30.

Fácil demais, não é verdade? Tá esperando o que então?

Related Posts with Thumbnails
 

Entre Fraldas e Livros Copyright © 2015 | Tema por Girly Blogger Template | Ilustração por Anne Pires