Meu filho se alimenta mal. E agora? - parte II

No primeiro post eu falei um pouco do que aprendi com o pediatra nutrólogo Dr. Carlos Nogueira no Workshop da Abbott, sobre os comportamentos dos pais em relação à alimentação dos filhos e o que eles aprendem com isso. Hoje vou falar sobre a parte que cabe aos pais e às crianças nesse comportamento alimentar.

Influência dos pais

- fatores genéticos;
- exposição precoce a sabores;
- disposição de alimentos;
- facilidade para comer alimentos;
- estilo de paternidade e alimentar;
- práticas alimentares.
Influência das crianças

- fase do desenvolvimento;
- ajuste de calorias;
- gostos de desgostos;
- neofobia (relutância em aceitar alimentos novos);
- personalidade
- condições médicas.

Além disso é importante também saber o que cada uma dessas partes decide no processo alimentar, tanto de crianças quanto de bebês:

Bebês

- pais decidem o que os bebês vão comer;
- bebês decidem quanto comer.
Crianças

- pais decidem o que, onde e quando as crianças vão comer;
- criança decide quanto comer.

Sabendo disso, a dica de hoje é: relaxe, que nem tudo é culpa sua. E evite situações de estresse durante as refeições, pois isso gera ansiedade e causa ainda mais problemas (para os pais e para os filhos).

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
 

Entre Fraldas e Livros Copyright © 2015 | Tema por Girly Blogger Template | Ilustração por Anne Pires