Não basta ser mãe, tem que saber a nacionalidade dos jogadores


Há alguns dias eu fiz um post falando sobre a febre de figurinhas da Copa, sobre como o Vítor estava aprendendo sobre organização e preparação. E sobre como eu estava adorando estar ao lado dele durante este aprendizado e momentos tão gostosos.

Enfim, vida de mãe ajudante em figurinhas da Copa não é assim tão simples, nem tudo são flores. Acompanhe este diálogo:

Eu: Vitor, você já tem esses coreanos?
Vítor: Deixa eu ver, mãe... EEEEIII, SÃO JAPONESES!!!
Eu: Ah, que seja, você tem esses orientais???

P.S.: Esse negócio de "orientais" é uma piada de família. Há uns 16 ou 17 anos, quando a gente morava em Natal, meu pai tinha um estagiário descendente de japoneses. Naquela época não era muito comum por aquelas bandas, sei lá por qual motivo, então ele sempre era apontado nas ruas, o povo falando "oooooolha, um japonês!". E claro que ele ficava furioso. Mas uma vez estávamos passando o fim de semana em João Pessoa e uma pessoa falou "oooooolha, um chinês!". Isso foi demais para ele, que gritou de volta "se você não sabe o que é fala ooooolha um oriental!!!"

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
 

Entre Fraldas e Livros Copyright © 2015 | Tema por Girly Blogger Template | Ilustração por Anne Pires