10 dicas para ajudar o seu filho a organizar os estudos


Você fica enlouquecida(o) com a desorganização do seu filho com as tarefas, trabalhos e demais atividades escolares? Está cansada(o) de brigar e quer uma solução mais tranquila? Então cola nesse post que ele foi feito para você!

Não basta mostrar às crianças como elas podem se organizar, porque a maior parte delas têm grande dificuldade em colocar em prática o que ensinamos, por mais que elas queiram fazer isso. Atualmente a sociedade exige de nossas crianças uma grande capacidade de planejamento, cada vez mais cedo. Elas não têm culpa de seus cérebros não estarem totalmente desenvolvidos, por isso cabe aos pais e cuidadores ajudá-los nessa árdua tarefa. Por isso, preste atenção às seguintes dicas:

1 - Escute seu filho

Para saber qual estratégia irá funcionar, comece escutando o que seu filho tem a dizer, sem interrupções ou rejeições. Tenha em mente que, nem sempre o que funciona para você, funciona para ele. Então seja flexível.

2 - Mantenha uma atitude positiva e uma supervisão constante

Castigos não ensinam habilidades, então procure ter sempre uma atitude positiva e encontrar sempre o que elogiar. E não se esqueça de que as crianças querem e sabem o que fazer, só não conseguem fazer, então precisam da sua constante supervisão.

3 - Não faça as coisas por seu filho, mas seja seu ponto de apoio e segurança

Você prejudica seu filho quando toma para si a tarefa de lembrar de todas as tarefas, por exemplo. Mas verificar se ele colocou a tarefa na mochila depois de feita não irá causar tantos danos.

4 - Dê tempo ao tempo

Mudanças não acontecem da noite para o dia, então seja paciente, amoroso e persistente. A maior parte das pessoas não gosta de mudanças e têm resistência a coisas diferentes. Então não desista.

5 - Tenha uma atenção especial com o material escolar

O material escolar escolhido para dar suporte ao seu filho é muito importante e merece uma atenção especial da sua parte. Por exemplo: mochilas com muitos bolsos externos podem ajudar a criança a perder as coisas; post its coloridos podem ajudar a visualizar melhor as tarefas que precisam ser realizadas; uma pasta com dois bolsos internos pode "morar" na mochila para levar e trazer comunicados e outros papeis; uma pasta sanfonada em casa ajuda a guardar provas, trabalhos e outros papéis que eles tragam da escola;

6 - Organize a escrivaninha e tire tudo que não for essencial

Geralmente a escrivaninha das crianças é uma zona total. Por isso, experimente um novo tipo de organização: tire absolutamente tudo da escrivaninha e peça para a criança sentar em frente e fechar os olhos. Peça a ela para visualizar que vai fazer seu dever e listar as coisas que precisará para fazer isso. A cada item que ela disser, peça que estique o braço (sem abrir os olhos) e aponte o local onde espera encontrar. Então coloque esse item nesse local.

7 - Teste novas estratégias para anotação do que é necessário fazer

A maior parte das crianças odeia a agenda e acha que decora tudo o que precisa ser feito. Então é preciso desenvolver novas estratégias para que eles criem este hábito. Aí vão algumas dicas:
- é difícil saber se ele esqueceu de anotar ou se realmente não tem lição. Então o combinado deve ser: quando não tem lição, escrever na agenda SEM LIÇÃO;
- marcar a página do dia da agenda com um clip facilita o acesso à informação do dia;
- marcar com marca texto as tarefas anotadas que precisam ser entregues no dia seguinte;

8 - Monte um calendário grande no quarto da criança

Pode ser com um quadro negro, um quadro de cortiça ou o que você achar melhor (aqui em casa fiz com papel contact fosco, que vira quadro para escrever com giz). Desenhe um calendário nele. Quando a criança chega da escola, abre a agenda e passa cada tarefa para um post it com uma cor específica e cola no calendário, na data da entrega. Assim fica bem fácil de visualizar os prazos e o que precisa ser feito.



9 - Negocie prazos realistas para as horas de estudo

Conversar com seus filhos sobre quais os períodos que eles acreditam ser suficientes para estudar pode ajudar com a aceitação dessas horas de estudo, pois eles valorizam que foram incluídos no processo (mesmo que nem tudo tenha sido acatado). Tempos muito longos são contraproducentes, porque as crianças se distraem e perdem o foco. Então uma boa dica é definir sessões relativamente curtas (entre 15 e 30 minutos) com pequenos intervalos (2 a 5 minutos) para arejar a mente.

10 - Defina rotinas noturnas e diurnas claras

As coisas ficam muito mais fáceis se todo mundo sabe exatamente o que é preciso fazer (mesmo que não concordem muito com isso). Por isso é bom definir rotinas e colocar suas etapas em um local bem visível. Se o seu filho tem um ritmo lento para fazer as coisas, antecipe esta rotina em meia hora para que não haja correria. Procure colocar a arrumação do material na mochila no dia anterior, para dar mais segurança e garantir uma segunda checagem. Isso vale também para as atividades extras e uniformes. Procure também um local visível e prático para deixar a mochila. E lembre-se que as crianças podem reagir negativamente à mudança na rotina, então talvez seja uma boa idéia implementar as mudanças gradativamente.

*Estas e outras dicas eu encontrei no livro "MEU FILHO É UMA BAGUNÇA", de Martin L. Kutscher e Marcella Morah, da Agir Editora.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
 

Entre Fraldas e Livros Copyright © 2015 | Tema por Girly Blogger Template | Ilustração por Anne Pires