Testamos - Alice Através do Espelho (filme)



Há alguns dias assisti, a convite da Disney, ao filme Alice Através do Espelho. Eu adorei o primeiro e assisti muitas vezes, então dá pra imaginar a ansiedade que eu estava para ver esse, não é?

Nesse filme Alice retorna ao fantástico mundo de Wonderland e viaja no tempo para salvar o Chapeleiro Maluco. Ela passou os últimos anos seguindo os passos de seu pai e navegando os oceanos. No seu retorno a Londres, ela se depara com um espelho mágico e retorna a Wonderland e seus amigos o Coelho Branco (Sheen), a lagarta Absolem (Rickman), O Gato (Fry) e o Chapeleiro Maluco (Depp), que não é ele mesmo. 



O Chapeleiro perdeu sua “maluquice”, então Mirana – a Rainha Banca (Hathaway) – envia Alice em uma jornada em busca da Cronosfera, um globo metálico que fica dentro da câmara do Grande Relógio que controla todo o tempo. 

Retornando ao passado, ela reencontra amigos - e inimigos - em momentos diferentes de suas vidas, e embarca em uma perigosa corrida para salvar o Chapeleiro antes que o tempo se acabe.

 Faz muito tempo que li o livro que deu nome ao filme,mas pelo pouco que me lembro a história é totalmente diferente. No primeiro eles usaram a justificativa de que era o retorno de Alice depois da 1a ida dela, mas desta vez não vi nada assim.

De qualquer modo o filme é lindo é super envolvente. Aliás, dessa vez recomendo assistir em 3D, coisa que eu raramente acho necessário. As imagens são impressionantes de qualquer forma, mas em 3D ganham  um charme a mais.

E se quiser ler uma versão simplificada do original da Alice Através do Espelho, a Coleções Folha lançou recentemente uma. Faz parte da Coleção Minha Primeira Biblioteca e pode ser encontrada nas bancas ou no site da Folha.

Piquenique Dia do Brincar - Jundiaí

Seus filhos brincam tanto quanto você gostaria que eles brincassem? Sabia que uma pesquisa recente mostrou que crianças têm menos tempo ao ar livre do que criminosos em uma penitenciária?



Que tal aproveitar o feriadão para levar seus filhos para brincar fora de casa e mudar um pouquinho esta estatística? No dia 28 de maio, eu e a professora de dança Ana Raquel iremos promover um Piquenique no Jardim Botânico de Jundiaí, com troca de livros infantis, brincadeiras de rua, músicas e muito mais! Confira abaixo a programação:

10 horas - Início (abertura da feira de troca de livros e gibis)

10h30 - Construção de instrumentos musicais

11 horas - Brincadeiras musicais

11h30 - Troca de Cards

12h30 - Brincadeiras de Rua

13h30 - Bate papo sobre a importância do brincar

14h30 - Jogos de antigamente

15h30 - Dança de Roda

16 horas - encerramento

O Piquenique Dia do Brincar faz parte da Semana Mundial do Brincar (SMB), organizado pela Aliança pela Infância. A SMB é uma grande mobilização para sensibilizar a sociedade sobre a importância do brincar e a essência da criança, com o objetivo de mostrar que o brincar é fundamenta para a construção de uma infância digna.

Seus filhos brincam o suficiente?


Vamos incentivar nossos filhos a brincar!

Pesquisas acadêmicas mostram que brincar ativamente é a forma primária e natural pela qual as crianças aprendem e é essencial para o crescimento saudável. Porém, muitas vezes o ‘brincar’ é negligenciado, como uma atividade sem importância, sem qualquer finalidade. Consequentemente, há uma crescente e alarmante tendência que aponta para a redução do brincar livre nos hábitos das crianças.

Recentemente saiu o resultado de uma pesquisa feita pela empresa  Edelman Berland a pedido da OMO com 12.000 pais ao redor do mundo. Entre outras coisas, a pesquisa demonstrou que: 

- 94% dos pais brasileiros acreditam que, sem oportunidades para brincar,a aprendizagem das crianças pode ser prejudicada;

- 97% dos pais acreditam que brincar ao ar livre ajuda crianças a desenvolverem habilidades importantes, algumas delas não aprendidas na sala de aula;

- 84% das crianças brasileiras brincam ao ar livre durante 2 horas ou menos por dia;

- 40% das crianças no Brasil têm uma hora ou menos por dia ao ar livre;

- 6% das crianças nunca brincam ao ar livre em um dia normal;

- 89% dos pais acha que as crianças não conseguem brincar o tanto quanto deveriam;

- Metade dos pais diz não contar com ambientes adequados onde seus filhos possam brincar;

- Metade dos pais diz não ter tempo para brincar ao ar livre com seus filhos;

- 95% dos pais concordam que, conforme a tecnologia vem ficando mais popular, as brincadeiras tradicionais estão desaparecendo;

- 9 em cada 10 (89%) pais dizem que seus filhos preferem esportes virtuais a esportes na “vida real”;

- 84% acham que as crianças são mais criativas quando brincam sem tecnologia;

Dito tudo isso, vamos a algumas considerações que estou querendo fazer desde que recebi os dados desta pesquisa. Eu tenho filhos e vivo no mesmo século que as demais pessoas, então claro que entendo que a vida que nós temos hoje é diferente da vida que eu tinha quando era criança, principalmente em relação à tecnologia. Também entendo que a tecnologia faz parte da vida das crianças e que até tem seus benefícios. Mas queria ressaltar a parte da responsabilidade disso tudo que cabe a nós, os pais. Afinal, quem define o que as crianças vão fazer, quem entrega o tablet na mão delas, quem define quantas horas serão utilizadas para cada atividade? 

Cabe a nós incentivar o brincar livre, direcionar as brincadeiras para longe das tecnologias, delimitar o número de horas que a criança pode ficar na frente da tv. Eu sei que para a grande maioria dos pais não dá para passear ao ar livre com o filho durante a semana, mas e no fim de semana? Por que não ir a um parque, uma praça, um parquinho? Que tal aproveitar a tecnologia e descobrir os programas legais que existem por aí? Faça um piquenique, ensine-a a pular corda ou soltar pipa. Relembre seus momentos da infância!

Que tal reduzir a quantidade de cursos que a criança faz durante a semana? Criança náo precisa praticar 3 esportes e falar 3 línguas, ela será mais feliz se tiver tempo para brincar! Que tal colocar no Movimento Escoteiro? Todo sábado eu vejo mais de 40 crianças que ficam por 4 horas sem nenhum aparelho eletrônico e todas elas saem de lá com a carinha muito feliz

Vamos repensar nossas atitudes e incentivar nossos filhos a ter uma infância mais feliz!!

DIY - Como fazer uma fonte bebedouro para seus gatos

0 comentários


Quem tem gato já sabe a novela: quantas vezes você não pegou seu gato em cima da pia, bebendo água da torneira? Ou tentando entrar no box e lamber o chão? Ou pior ainda, quase caindo dentro do vaso sanitário! Isso porque a vasilha dele está lá cheia e bonita. só de enfeite...

Tem um monte de coisas por trás desse comportamento: seu a água está ao lado da comida o instinto animal deles diz que pode estar contaminada; água parada cria microorganismos que humanos não vêem e não sentem o cheiro, mas o gato sim, o que o leva a achar que a água não está boa para o consumo; as vezes a vasilha é pequena e o gato molha os bigodes ou os encosta na beirada, outra coisa que eles não gostam.

Aí você vai no Pet Shop e vê a solução: uma fonte! Perfeito! E cai dura no instante seguinte, quando vê que a fonte mais barata custa 200 reais. A M-A-I-S B-A-R-A-T-A!

Então vou te ensinar a solução, uma fonte feita em casa que vai custar em torno de 50 reais. Essa eu e Vítor fizemos em conjunto, ele pesquisou. eu comprei os itens e ele executou. Dá pra fazer mais cheia de firula, mas adolescentes que amam raciocínio lógico só querem saber do prático e pra mim tá ótimo assim mesmo...kkkkk

Você vai precisar de:

- Um copo plástico com canudo flexível;
- Uma vasilha funda e larga;
- Uma bomba de aquário (achei por 40 reais, mas não pesquisei em muitos lugares)
- Cola quente;

Como fazer:

- Faça um furo na lateral do copo, bem perto do fundo (a água vai entrar por aí);

- Faça outro furo na mesma reta do primeiro, mas na borda (o fio vai passar por aí);




- Cole o copo no fundo da vasilha com cola quente;

- Encaixe o canudo do copo na saída da bomba;

- Coloque bomba e canudo no fundo do copo, coloque o fio no buraco de cima;



- Coloque um arame por dentro do canudo, para que ele fique virado para baixo;

- Coloque bastante água na sua fonte e ligue!


Related Posts with Thumbnails
 

Entre Fraldas e Livros Copyright © 2015 | Tema por Girly Blogger Template | Ilustração por Anne Pires