Seus filhos brincam o suficiente?


Vamos incentivar nossos filhos a brincar!

Pesquisas acadêmicas mostram que brincar ativamente é a forma primária e natural pela qual as crianças aprendem e é essencial para o crescimento saudável. Porém, muitas vezes o ‘brincar’ é negligenciado, como uma atividade sem importância, sem qualquer finalidade. Consequentemente, há uma crescente e alarmante tendência que aponta para a redução do brincar livre nos hábitos das crianças.

Recentemente saiu o resultado de uma pesquisa feita pela empresa  Edelman Berland a pedido da OMO com 12.000 pais ao redor do mundo. Entre outras coisas, a pesquisa demonstrou que: 

- 94% dos pais brasileiros acreditam que, sem oportunidades para brincar,a aprendizagem das crianças pode ser prejudicada;

- 97% dos pais acreditam que brincar ao ar livre ajuda crianças a desenvolverem habilidades importantes, algumas delas não aprendidas na sala de aula;

- 84% das crianças brasileiras brincam ao ar livre durante 2 horas ou menos por dia;

- 40% das crianças no Brasil têm uma hora ou menos por dia ao ar livre;

- 6% das crianças nunca brincam ao ar livre em um dia normal;

- 89% dos pais acha que as crianças não conseguem brincar o tanto quanto deveriam;

- Metade dos pais diz não contar com ambientes adequados onde seus filhos possam brincar;

- Metade dos pais diz não ter tempo para brincar ao ar livre com seus filhos;

- 95% dos pais concordam que, conforme a tecnologia vem ficando mais popular, as brincadeiras tradicionais estão desaparecendo;

- 9 em cada 10 (89%) pais dizem que seus filhos preferem esportes virtuais a esportes na “vida real”;

- 84% acham que as crianças são mais criativas quando brincam sem tecnologia;

Dito tudo isso, vamos a algumas considerações que estou querendo fazer desde que recebi os dados desta pesquisa. Eu tenho filhos e vivo no mesmo século que as demais pessoas, então claro que entendo que a vida que nós temos hoje é diferente da vida que eu tinha quando era criança, principalmente em relação à tecnologia. Também entendo que a tecnologia faz parte da vida das crianças e que até tem seus benefícios. Mas queria ressaltar a parte da responsabilidade disso tudo que cabe a nós, os pais. Afinal, quem define o que as crianças vão fazer, quem entrega o tablet na mão delas, quem define quantas horas serão utilizadas para cada atividade? 

Cabe a nós incentivar o brincar livre, direcionar as brincadeiras para longe das tecnologias, delimitar o número de horas que a criança pode ficar na frente da tv. Eu sei que para a grande maioria dos pais não dá para passear ao ar livre com o filho durante a semana, mas e no fim de semana? Por que não ir a um parque, uma praça, um parquinho? Que tal aproveitar a tecnologia e descobrir os programas legais que existem por aí? Faça um piquenique, ensine-a a pular corda ou soltar pipa. Relembre seus momentos da infância!

Que tal reduzir a quantidade de cursos que a criança faz durante a semana? Criança náo precisa praticar 3 esportes e falar 3 línguas, ela será mais feliz se tiver tempo para brincar! Que tal colocar no Movimento Escoteiro? Todo sábado eu vejo mais de 40 crianças que ficam por 4 horas sem nenhum aparelho eletrônico e todas elas saem de lá com a carinha muito feliz

Vamos repensar nossas atitudes e incentivar nossos filhos a ter uma infância mais feliz!!

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
 

Entre Fraldas e Livros Copyright © 2015 | Tema por Girly Blogger Template | Ilustração por Anne Pires